BLOG DO VIAJANTE

Viagem
publicado em:  06 Jan 2017

O charme e encanto da Cidade do Magui, Tarrafal

Autor(es): Décio Barros.  Percurso: Praia/Tarrafal/Praia

vista da praia de Tarrafal


Autor(es): Décio Barros
Facebook: https://www.facebook.com/Decio.M.Barros
Transporte: 500$00 - percurso Praia/Tarrafal (hiace)
Dormida: a partir de 3.000$00 no Pensão Mille Nuits, com pequeno almoço incluído
Comida: 500$00 (custo médio dos prato)


Iniciamos a viagem às 12h00, no Mercado de Sucupira, na cidade da Praia. Depois de duas horas de viagem que percorre a ilha de Santiago de ponta a outra, com escala na cidade da Assomada, para comer o famoso "pão com longuiça" no Mercado Central da cidade. Chegamos a cidade do Magui, no concelho de Tarrafal.

Hospedamos na Pensão Mille Nuits, e logo partimos para (re)descoberta dos detalhes da região.

A entrada das praias encontramos água de coco para comprar 200$00 cada um, e as são vendedeiras super-simpáticas e divertidas. As vistas para as praia principal do Tarrafal e para "Praia de Presidente ou mar di baixo" é brutal.


No entanto, decidimos ir até outro lado da costa - a praia de "Ponta de Atum", de frente para o pôr-do-sol, com o imponente vulcão da ilha do Fogo no horizonte.


Aqui não há areia, mas existem pequenas piscinas naturais com vista para as ondas onde melhores surfistas praticam a modalidade, a praia está incluída no circuito nacional de surf e bodyboard.


Esta praia é também frequentado por "pescadores júniores" para iniciarem a "escola da vida".

A noite a tranquilidade do centro da cidade é relaxante, ouve ao fundo, melodias das músicas tradicionais cabo-verdianas misturadas com som vindo da Igreja que marca a Praça central. Cidade do Magui - Tarrafal é uma zona pesqueira, decidimos comer peixe grelhado. Fomos a um Bar/Restaurante ali perto, a simpatia da moça é convidativo. Depois de escolhermos a ementa. A moça com voz dócil disse "...mãe é uma garoupa e polvo grelhados". Da cozinha outra voz ainda mais dócil disse "...Vera, é com batata frita ou legumes?". Bom estamos bem entregues aqui o ambiente é super familiar. O prato polvo custou 600$00 e o prato garoupa custou 400$00. Ah e ainda bebemos uma espiritual "Sandjo ku cabelo" que uma mistura de aguardente e calda de cana (dizem que é afrodisíaco. lol), as doses são a gosto do cliente.

No dia seguinte, acordamos com o cantar do galo, verificamos a hora, mas voltamos a dormir.

Saímos às 10h00 e fomos a praia de mar. O lugar é exótico, andamos na areia dourada entre a água cristalina e coqueiros e palmeiras. Sensação Bom!

Apeteceu e beber água de coco...e de repente apareceu duas vendedeiras, concorrentes e sem rivalidades. lol.O ambiente ficou ainda mais tropical. O banho nas águas límpidas e azul turquesa é terapêutico. Espectáculo.


A hora do almoço fomos repetir a ementa do jantar, no mesmo sitio.

Ao inicio da tarde, fomos visitar o histórico Campo Concentração do Tarrafal. Onde é possível conhecer os pormenores do que se "viveu" no local. O ex-Campo Concentração fica em Chão Bom, cerca de 1 km do centro da cidade.


Final do dia, às 17h00, regressamos para a Cidade da Praia, a tempo de apreciar a vista a volta da ilha a partir da Serra de Malagueta.









Publicidade


Condomínio Ondas do Mar - Appartement T4 - vacances / holiday / ferias Publicidade

VIDEOS



Publicidade