Lifestyle

30 Set 2020

Local do Festival de Música da Gamboa "transformado" em campo agrícola

 
 
 
"Maior Cachupa do Mundo" com mais de 6 toneladas, entrou para Guiness World Records


O Festival de Música da Gamboa é uma das mais importantes de Cabo Verde e o maior em quantidade de pessoas à assistir. Hoje o local do festival na praia da Gamboa, na cidade da Praia, é um campo agrícola.

O milharal ocupa o espaço onde o público "vibrava" com os seus artistas. E muitos foram os grandes shows memoráveis no Festival de Música da Gamboa, como os de Stromae, Djodje, C4 Pedro, Loony Johnson, Ferro Gaita, Orlando Pantera, Bulimundo, Alpha Blondy, Anthony B, Kassav, Dino d´Santiago, Calema, Cesária Évora Orquestra, Élida Almeida, Yuri da Cunha, Tabanka Djaz, Rabelados, Livity, Boss AC, Elji, Grace Évora, Gil Semedo, Cordas do Sol, entre muitos outros.

Além do habitual Festival de Música da Gamboa, o local também recebeu várias edições do Festival de Música Badja Ku Sol, com grandes nomes da música cabo-verdiana e destaque para a 9ª edição, em 2017, com a confeção da "Maior Cachupa do Mundo" que entrou para os registos do Guiness World Records. Ironicamente o local agora produz o milho, o ingrediente base da cachupa.

A 27ª edição, em 2019, foi a última a decorrer na praia da Gamboa. Depois desta edição o local foi vedado para o início das obras. Quase toda a extensão da orla marítima da praia da Gamboa está em obras de empresas privadas, que já iniciaram grandes empreendimentos turísticos.

A 28ª edição era para acontecer no mês de Maio de 2020, no entanto foi cancelada, devido à pandemia da Covid-19, sem nunca a organização ter anunciado o novo local do evento. Foi apontando a zona de Quebra Canela e a praia de São Francisco como possíveis alternativas.

Publicidade


Siga-nos no Instagram em @cvcultural


Publicidade




Publicidade